Aperte play e aditive sua criatividade

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Altinha Abençoados 12 _ A Vanguarda da Altinha em Ipanema

Como será a altinha no século XXII? Continuaremos com as velhas manias do futebol e do futevôlei ou iremos em busca da pura essência da altinha? E a bola MIKASA ainda vai continuar soberana nas areias cariocas?

Uma coisa é certa, as mulheres parece que chegaram para ficar, neste esporte tão empolgante, saudável e holístico. E de pensar que até pouco tempo atrás, elas só ficavam sentadas na areia, a bola preferencial era outra e os jogos sem voos; chegava a dar sono. Tinha o posto de um esporte secundário. Velhos tempos! Muitas são as manobras hoje. E os campeonatos que estão começando a acontecer regularmente, preconizam manobras radicais, o que faz com que rodas habituais comecem a se movimentar mais, gerando um belo espetáculo para os banhistas e para os fotógrafos e videomakers de plantão. No próximo século, a liberdade para voar será muito maior, mas como se inspirar? Muitos profissionais da área de esporte, falam que é importante ver a manobra várias vezes, simula-la mentalmente e por fim, começar a praticá-la. Quando comecei nos esportes de ação, em meados dos anos 80, entendi como isso era importante, no entanto, o material audiovisual disponível na época, era muito limitado. Na altinha, hoje, temos muita coisa, mas difícil é separar o joio do trigo. Se você gosta de altinha, verão e música contemporânea, comece com o capítulo abaixo, depois, siga pelos demais do 5º ano, e se tiver com tempo de sobra, avance pelas outras temporadas. Depois dessa imersão, a bicicleta, a chilena, o helicóptero, a reação em cadeia e etc, vão parecer bem mais fáceis.


segunda-feira, 19 de junho de 2017

BCSS 20 em clima de solstício

                   
 BCSS 20
     homenageia
                     Mano Brown
pelo show
          nota 10  
                    Circo Voador
                           20/05/2017

Oba, o verão está chegando no hemisfério norte e que seja repleto de felicidade!  BCSS 20 foi condensado para potencializar estes momentos. Para quem vem ao Brasil  e quer se sintonizar com a cultura local refinada, este é o momento.

quinta-feira, 4 de maio de 2017

Jorge Ben Jor no Circo Voador é 10 ! + carnaval no Rio 2017

"Em fevereiro, tem carnaval " Jorge Ben Jor _ País Tropical

Dez, nota dez! Chegamos ao RioScenaXXI, episódio 10, da segunda temporada. Vamos recordar um pouco do carnaval 2017, que este ano foi em março  e  Jorge Ben Jor no Circo Voador , em 2016.

Carnaval este ano foi resumido para o BC, mas da melhor qualidade! Começando no domingo pré, com o excelente bloco do Afrojazz  e   seu  suingue sensacional! Melhor Repertório do Carnaval! Tive a felicidade de fazer parte dos metais, inaugurando o trompete na folia e tendo o prazer de tocar ao lado de várias feras que vejo pelos palcos da cidade! O sentimento é que houve um salto quântico na minha musicalidade após o desfile. Parabéns para família Afrojazz, pois foi uma linda festa, em plena praça Tiradentes, berço do samba carioca. Êxtase total! Próximo bloco, já no domingo oficial, foi o interminável Cordão do Boi Tolo. Começou na Praça XV, foi até o Leme e dizem que findou no Arpoador, na manhã seguinte! Acredite se quiser! O clímax na minha opinião, se deu nas proximidades da Academia Brasileira de Letras. Nesta hora, a banda já estava sincronizada e os foliões estavam tipo levitando. Que fenômeno interessante! Quando passamos pela praia do Flamengo, tive o prazer de tocar por alguns minutos, ao lado da trombonista do Technobloco, que resultou novamente, num salto quântico musical.

Fechando com chave de ouro, no sábado pós carnaval, participei do descolado bloco Caetano Virado, que neste ano, fez sua festa no Coreto Modernista, no Aterro do Flamengo. "Como é bom poder tocar um instrumento" _ Caetano Veloso - Tigresa .


Pelo menos 2 vezes por ano, para felicidade de todos, temos show de Jorge Ben Jor, no Circo Voador. Foi em uma destas oportunidades, que o RioScenaXXI, em 2016, esteve presente para registrar este momento mágico. Salve, Jorge!



São 7 dias da semana, e também são 7, as leis herméticas.
Qual o mestre no ramo espiritual, filosófico ou artístico, da contemporaneidade, com grande conteúdo materializado, de fácil divulgação, maravilhosa assimilação e com baixo índice de rejeição?


Eu sei quem é este cara. Nascido em Bento Ribeiro e criado na Tijuca. Despontou na música nos anos 60, gravando vários discos relíquias.


Nos anos 70, também, uma maravilha de soul, regado a diversas letras místicas. Anos 80,  entrou forte no pop. Nos anos 90,  teve a fase mais light, no entanto, foi  uma das maiores fontes de inspiração para o movimento Manguebeat . Dos anos 2000 até a presente data, sua carreira está cada dia melhor, com shows lotados e público de todas as idades, cantando e dançando as maravilhosas canções do mestre.

Foi num domingo, em meados dos anos 80, que meu pai me convidou para ouvir,  num 3 em 1 relíquia da sony, sintonizado na saudosa rádio alvorada FM (95,7) , uma degustação musical de 1 hora, intitulada "Domingo Especial". Naquele momento, conheci verdadeiras pérolas e mesmo com uma cultura musical incipiente, constatei que JBJ  tinha um lugar muito especial no universo musical.


 Passou muito tempo, mais de 2 décadas, para ter acesso total a sua extensa e maravilhosa discografia. Foi um upgrade imediato para o mundo quântico. Vale a pena fazê-lo o quanto antes.


Hoje, são várias plataformas e possibilidades! Agora? O quanto você quer adentrar na toca do coelho? Se cada ser planetário e intergalático tivesse acesso a este conteúdo, teríamos um mundo melhor!

 Assistir um show do  Jorge Ben Jor é uma sensação indescritível, pois só ele tem na manga o melhor do seu acervo, e pode materializar  para os sortudos presentes, ao vivo e a cores.

 Sorte grande é poder assistir seu espetáculo, no melhor espaço underground da cidade, o  Circo Voador, Mestre Ben Jor gastando na voz e dedilhando sua poderosa guitarra fender na pressão total com acompanhamento de sua indefectível banda do Zé Pretinho. Privilégio para poucos!

 Fique ligado, pois, o vigoroso mestre adora circular pelo Brasil e pelo mundo, divulgando o supra-sumo da cultura brasileira.


Quando a turnê passar por sua cidade, não pense 2 vezes e carimbe seu passaporte para felicidade irrestrita.
E de pensar, que o mestre, no início de sua vida, queria ser jogador de futebol, e com seu talento nato para brilhar, chegou até integrar as equipes de base do grandioso e querido Flamengo, seu time de coração; mas foi com um pandeiro presenteado por seus pais, que o mundo da música, ganhou uma estrela de elevada grandeza.


 Salve, Jorge!

segunda-feira, 1 de maio de 2017

Coleção de arte _ Inspirações Olímpicas 3

Queremos um planeta da indústria que promova a paz, o amor e a felicidade. Será que conseguimos esta utopia neste século? Agora, temos que saber o que pensam os senhores do mundo? Enquanto eles não tomam a decisão sensata, vamos fazendo a nossa parte por um mundo melhor! Nós do Rio de Janeiro, estamos emanando energias positivas para que os jogos olímpicos Tokyo 2020 , seja um sucesso e uma festa maravilhosa, como foi aqui. Indescritíveis dias sensacionais! Quem esteve aqui, sentiu a vibe! Povo do Japão e cidadãos da Terra , recebam com muito carinho, a terceira peça da coleção de arte, Inspirações Olímpicas :


altinha abençoados